terça-feira, 9 de novembro de 2010

«Não tenho que pedir desculpa a ninguém"



«Não tenho que pedir desculpa a ninguém", é isto que se apraz dizer, por um treinador que há 15 minutos do fim está a vencer uma partida em casa, por dois golos de diferença e, consegue ir perder o jogo.
.
O Sr. Paulo Sérgio diz que é sério, que trabalha todos os dias... também eu! Também eu o sou e, não sou treinador do Sporting. Isto chegou ao cúmulo que, um treinador de 3ª categoria, que já antes disse que não foi ele a oferecer-se ao Sporting, depois de uma derrota vergonhosa, nem sequer assumir os seus erros.
.
Todo o estádio estava a ver, que o Sporting estava a perder o meio-campo. Todo o estádio estava a ver que o Maniche não estava bem já há muitos e muitos minutos. Só este senhor nada viu! Mas o que é isto? Ao que nós chegámos!
.
Agora, façamos de bode expiatório só o Maniche e limpemos a água do capote! Maniche teve culpa, Maniche foi um dos grandes causadores da derrota, mas não o único. Quem está no banco, tem de estar muito mais esclarecido, tem de ler muito melhor o jogo.
.
Comigo, este senhor quando chegasse ao balneário, já não era treinador do Sporting e o Sr. Maniche, como o povo costuma dizer "já não calçava mais". Com o Presidente que temos... continua tudo na mesma.
.
É A PALHAÇA AUTÊNTICA! Isto não é o meu clube! Isto não é o meu Sporting! Como verdadeiro sportinguista, sócio desde que nasci, a minha "obrigação" é de já no próximo jogo voltar a apoiar a equipa e, de daqui a 15 dias estar no meu lugar em Alvalade. Isso farei, por amor ao Sporting.
.
Mas deixo aqui a minha convicção... este não é o meu Presidente e este não é o meu treinador. Acabou-se o tempo, acabou-se a margem de manobra de minha parte.

1 comentário:

frank disse...

Hi, nice post. Would you please consider adding a link to my website on your page. Please email me back and I would be happy to give you our link.

Thanks!

Frank
frank641w@gmail.com